O Instituto de Estudos e Pesquisas São Lucas é uma associação sem fins econômicos, de direito privado, com autonomia administrativa e financeira, faz parte do Grupo Hemocentro São Lucas – Terapia Celular.

História

O IEP – São Lucas foi constituído em 18 de setembro de 2010, com a finalidade de desenvolver atividades de Pesquisa Clínica e Científica nas área de Hematologia, Oncologia, Hemoterapia e Terapia Celular, utilizando a estrutura do São Lucas Cell Therapy Group.

O primeiro estudo clínico foi iniciado em 2011 na área de hematologia, avaliando uma vacina para profilaxia de Herpes Zoster pós transplante de medula óssea. Neste estudo o Instituto foi reconhecido como o centro de pesquisas que mais incluiu pacientes no Brasil. A partir deste estudo, o Instituto se consolidou, ampliando sua área de atuação, incluindo protocolos de pesquisa clínica em oncologia e terapia celular.

missão

Promover a assistência de qualidade, através de soluções inovadoras com base na excelência do desenvolvimento dos protocolos de pesquisa clínica

visão

Ser reconhecido nacionalmente como instituição de referência em ensino e pesquisa.

valores

– Segurança e bem estar do paciente

– Pioneirismo

– Desenvolvimento Profissional e Científico

– Princípios éticos nas ações.

Horário de funcionamento

Segunda a Quinta das 07h00 às 18h00
Sexta das 07h00 às 17h00

Áreas de atuação

  • Hematologia
  • Oncologia

Endereço

Av Arnolfo Azevedo 104
Telefone 55 11 36606032

Equipe IEP

COORDENADORA

  • Mariana Nascimento Caiaffo Rodrigues

ENFERMEIRAS

  • Joyce Barreto Marques da Rosa Ferreira
  • Caroline Jorge Espadas
  • Mariana Nascimento Caiaffo Rodrigues

BIOMÉDICAS

  • Síntique Sepulvida dos Santos Raydan
  • Tamyres Alves Gomes

ANALISTA DE REGULATÓRIO

  • Letícia Maria Carvalho Sarmento (farmacêutica)

PRINCIPAIS INVESTIGADORES

HEMATOLOGIA

  • Dr. Marcelo Belesso
  • Dr. Elíseo Joji Sekiya
  • Dr. Rodrigo Santucci Alves da Silva
  • Dr. Renato Torrescana Centrone

FARMACÊUTICAS

  • Letícia Maria Carvalho Sarmento (líder)
  • Juliane Sayuri Ikebaro Novaes
  • Renata Gouveia
  • Mary Kawanami
  • Adelmo Alves Nunes

COORDENADORA DE ESTUDOS

  • Tamyres Alves Gomes

ASSISTENTE DE REGULATÓRIO

  • Síntique Sepulvida dos Santos Raydan

Recrutamento participante no IEP

ONCOLOGIA

Estudo Título Patrocinador/CRO Investigados principal
-GALAHAD Estudo de Fase 2 de Eficácia e Segurança de Niraparibe em Homens com Câncer de Próstata Metastático Resistente à Castração e Anomalias de Reparo do DNA JANSSEN
Dr. Hélio Pinczowski
-PHranceSCa Um estudo randomizado, multicêntrico, aberto e cruzado para avaliar a preferência e satisfação de pacientes com a administração subcutânea da combinação de dose fixa de pertuzumabe e trastuzumabe em pacientes com câncer de mama inicial positivo para her2 ROCHE
Dr Hélio Pinczowski

HEMATOLOGIA

Estudo Título Patrocinador/CRO Investigados principal
ACERTALinfoma células do Manto “Estudo de fase 3, randomizado, duplo cego, controlado por placebo e multicêntrico da bendamustina e rituximabe (BR) em monoterapia e versus em associação com acalabrutinibe (ACP 196) em pacientes com linfoma de células do manto não tratado previamente” Acerta Pharma
Dr. Rodrigo Santucci
-CEPHEUS Um Estudo de Fase 3 Comparando Daratumumabe, VELCADE (bortezomibe), Lenalidomida e Dexametasona (D-VRd) com VELCADE, Lenalidomida e Dexametasona (VRd) em Participantes da Pesquisa com Mieloma Múltiplo Não Tratado e para quem o Transplante de Células-Tronco Hematopoiéticas Não é Planejado Como Terapia Inicial JANSSEN
Dr. Marcelo Belesso
CHRONOS 3Linfoma não Hodgkin “Estudo Fase III, randomizado, duplo-cego, placebo controlado para avaliar a eficácia e segurança do copanlisibe em combinação com rituximabe em pacientes com linfoma não Hodgkin de células B indolente recidivados (iNHL).” Bayer
Dr. Marcelo Belesso
-CHRONOS 4 “Um estudo fase III, randomizado, duplo-cego, controlado, multicêntro de copanlisibe, inibidor intravenoso de PI3K, em combinação com imunoquimioterapia padrão comparado à imunoquimioterapia padrão em pacientes com linfoma não Hodgkin indolente recidivado (iNHL) Bayer
Dr. Marcelo Belesso

Pesquisa clínica

O que é Pesquisa Clínica:

Pesquisa que, individual ou coletivamente, envolva o ser humano de forma direta ou indireta, em sua totalidade ou partes dele, incluindo o manejo de informações ou materiais.

Fase I

Fase inicial da pesquisa em que se realiza em pequenos grupos de voluntários, sadios ou não, o estudo preliminar do novo princípio ativo ou das novas formulações, para determinar o seu perfil farmacocinético e farmacodinâmicos.

Fase II

O estudo experimental controlado que envolve a comparação de pequenos grupos de pacientes, com a finalidade de atesta a eficácia e segurança de determinado princípio ativo em curto prazo, determinando-se as doses e os regimes de administração mais adequados.

Fase III

Também denominada estudo terapêutico ampliado, é o estudo experimental controlado, realizado em grandes grupos de pacientes com determinada patologia e perfis variados, objetivando estabelecer a eficácia de novo medicamento que já tenha passado pelas fases I e II da pesquisa clínica, especialmente no que tange a reações adversas.

Fase IV

Estudo observacional, também denominado farmacoepidemiológico ou pós-comercialização, em que se acompanham os pacientes de determinada patologia submetidos ao tratamento com o novo medicamento ou produto comercializado, de forma a avaliar as estratégias terapêuticas e acompanhar o surgimento de reações adversas já documentadas e daquelas não detectadas nas fases anteriores da pesquisa clínica.